Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.
ACEITAR E FECHAR
 

Corpus Christi: significado e origem da celebração

A Festa do Corpo de Cristo é uma solenidade de muita tradição na liturgia da Igreja. Confira, neste post, mais sobre o significado e a origem da celebração de Corpus Christi, a manifestação pública da nossa fé.

Igreja

10.06.2020 - 14:23:01 | 3 minutos de leitura

Autor - Arcanjo | Blog Projeto Juntos Pela Vida
Corpus Christi: significado e origem da celebração

Nas quintas-feiras, depois da oitava de Pentecostes, a Igreja celebra a festa de Corpus Christi, mais precisamente depois da festa da Santíssima Trindade. A solenidade foi oficializada em 1264, pelo Papa Urbano IV, após revelações recebidas por Santa Juliana de Cornillon.

Santa Juliana, aos 16 anos, por volta de 1209 quando morava num convento de monjas agostinianas, teve uma visão. Nela, viu a lua com uma faixa que a atravessava. Ela compreendeu que a lua simbolizava a Igreja e que a faixa escura representava a ausência de uma festa litúrgica em que se adorasse o Santíssimo Sacramento.

Após revelar o segredo da visão, que se repetiu várias vezes em suas adorações eucarísticas, a solenidade logo se tornou popular nos territórios próximos. Depois, tornou-se uma festa popular nacional, celebrada em toda a Bélgica. E, por fim, espalhou-se, ficando conhecida e propagada em todo o mundo.

O Milagre
Além das visões de Santa Juliana, outro acontecimento serviu para estabelecer a festa de Corpus Christi na liturgia da Igreja. Em 1263 – um ano antes, portanto, da instituição da celebração, um sacerdote na Alemanha, que tinha dúvidas sobre a verdade da transubstanciação, presenciou um milagre. Ao celebrar a Santa Missa, no momento da consagração, ele viu escorrer sangue da Hóstia Consagrada. 

Impressionado, levou a relíquia até o Papa Urbano IV que, já ciente das visões de Santa Juliana e, agora também movido pelo acontecido, publicou em decreto a instituição da festa do Corpo de Cristo.

A tradição
A solenidade de Corpus Christi é uma expressiva manifestação pública da fé no Sacramento da Eucaristia. Ela é a procissão mais importante da liturgia, pois é a única em que o Santíssimo Sacramento, necessariamente, sai da igreja para percorrer as ruas. Por isso, todos os fiéis são chamados a participar, pois é justamente a devoção da comunidade, que dá a ela um sentido especial.

No Brasil, uma tradição ganha as ruas das cidades durante a solenidade: os longos tapetes ornamentados, feitos exclusivamente para a procissão Eucarística. Eles são confeccionados pelos fiéis, com diversos materiais e muitas cores, que formam desenhos de inspiração religiosa.

A passagem pelo tapete tem um significado muito especial. O ostensório, que armazena o Corpo de Cristo na Hóstia Consagrada é carregado pelo sacerdote pelas ruas enfeitadas, e os fiéis só podem pisar nos desenhos após a passagem do padre. É uma representação de que Jesus andou por ali e foi recebido pela comunidade com um belo tapete pelas ruas da cidade.

Leia também Voluntariado na Igreja: o que eu posso fazer?

Outros conteúdos de Arcanjo
 
Mais em Igreja
 
 

Campanha PELA VIDA
Rua Traipu, 273 - Perdizes
São Paulo/SP - CEP: 01235-000

(11) 4200-8080

Copyright © Juntos Pela Vida - REDEVIDA / INBRAC. Todos os direitos reservados.
Cadastrando-se nos formulários você aceita os termos de uso e política de privacidade.

 

(11) 97061-0457

(11) 4200-8080