Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.
ACEITAR E FECHAR
 

Por que agosto é o Mês das Vocações?

Todo ano, sempre no mês de agosto, a Igreja Católica celebra o Mês Vocacional. No blog, saiba mais sobre este tempo importante!

Igreja

01.08.2020 - 08:30:00 | 6 minutos de leitura

Autor - Arcanjo | Blog Projeto Juntos Pela Vida
Por que agosto é o Mês das Vocações?

Vocação. Do latim, vocare, que significa chamado. É por essa palavra que agosto é reconhecido no calendário da Igreja Católica desde 1981, quando a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em sua 19ª Assembleia Geral, o instituiu como o Mês Vocacional, um tempo dedicado totalmente às vocações.

Criado com o objetivo de conscientizar as comunidades acerca da responsabilidade que compartilham no processo vocacional, desde então, em cada domingo do mês de agosto é celebrada uma determinada vocação. A seguir, vamos falar sobre o assunto com mais profundidade. Acompanhe!
 
O que é uma vocação?
A vocação é um chamado que provém da boca de Deus. E, compreender a vocação como um dom é reconhecer que, em todas as circunstâncias, Deus nos chama a viver e realizar seu projeto de amor. Cabe a nós, entender e aceitar ou não os planos que Ele tem para as nossas vidas.
 
Em seu infinito amor, o Senhor modelou o homem e a mulher à sua imagem e semelhança, os chamou à vida, para que, na liberdade de filhos e filhas, fossem os seres que dessem continuidade à sua criação.
 
Portanto, vocação é dizer ‘sim’ a Deus, pela fé, é descobrir o próprio lugar no mundo, na família, na comunidade e no serviço aos irmãos. Para descobrir bem este projeto, porém, faz-se necessário um discernimento.
 
O quê é o Mês Vocacional?
Dedicado à oração, assim é conhecido o mês de agosto, com reflexões e olhares voltados para as vocações. De domingo a domingo, em forma de oração, a intenção é pedir a Deus que prepare boas pessoas para cumprir e aceitar o chamado de Deus na Terra, tornando o discernimento como algo essencial em nossa vida.
 
Por isso, o mês de agosto é tão importante: é um tempo de esperança e de entendimento sobre o que Cristo quer para a vida de cada um de nós. 

Dividida por domingos, a celebração do Mês Vocacional acontece da seguinte forma:
 
1º Domingo - Vocações sacerdotais - Dia do padre
Na primeira semana, a celebração abre uma reflexão sobre a importância da vocação sacerdotal para a Igreja, rezando a Deus para que envie padres capacitados para cuidar das centenas de milhares de comunidades espalhadas pelo Brasil. 

A escolha deste domingo se deve ao fato de, no dia 4 de agosto, a Igreja celebrar o dia de São João Maria Vianney, o Cura D’Ars, patrono dos padres; e também, no dia 10, a memória de São Lourenço, patrono dos diáconos. 
 
O sacerdócio é um dos sinais do amor e da fidelidade de Deus, que escolhe homens para colocá-los a serviço do povo numa dádiva definitiva da sua existência. A vocação de padre representa Cristo dentro da comunidade, sendo seu exemplo e semelhança! 

Sobre essa vocação, clique aqui e saiba mais!
 
2º Domingo - Vocação familiar - Dia dos pais
No segundo final de semana de agosto, celebramos o Dia dos Pais e também, o dia da vocação à vida familiar, a constituição abençoada e querida por Deus. Ele que, ao enviar seu Filho ao mundo, colocou-o no seio de uma família.
 
Já dizia São João Paulo II que: “o futuro da humanidade passa pela família”, uma vez que, no seio familiar são postos os fundamentos pelos quais se constrói a vida e as relações de cada ser humano, tanto dentro da Igreja, quanto fora dela.
 
Em parceria com a mãe, ser pai é exercer um papel de educador do lar, um dos pilares para filhos bem formados e conscientes do que significa seguir a vida cristã. Dentro da comunidade, se é reconhecida que a valorização da família é fundamental para a sociedade como um todo, pois é onde se inicia cada um dos valores de um ser humano.
 
Cabe aos pais, com amor, compaixão e fé, fazer do seu lar um ambiente que vive o caminho de verdade de Cristo. Que possamos sempre ter a Sagrada Família como nosso principal exemplo!

Veja também aqui no canal do Projeto Juntos Pela Vida!

3º Domingo - Vocações religiosas - Dia da vida religiosa
No terceiro domingo do mês vocacional, a Igreja lembra dos religiosos que estão sempre a serviço de Deus, por meio da oração, da missão, da educação e da caridade.
 
Esse domingo é, em especial, para a vocação de homens e mulheres que buscam, em diferentes carismas e atuações, viver verdadeiramente seus votos de castidade, obediência e pobreza, sendo testemunhos vivos do Evangelho.
 
Cada um, com sua vocação, demonstra que a Palavra do Senhor é possível de ser vivida aqui na Terra, mesmo em um mundo tão material e consumista. São sinais do amor de Deus e da entrega que o ser humano é capaz de fazer aos céus.
 
Clique aqui e saiba mais sobre o 3° domingo vocacional!

4º Domingo - Vocações leigas - Dia dos ministérios leigos
O leigo tem como vocação própria, procurar o Reino de Deus exercendo funções no mundo, no trabalho, mas encaminhando e guiando-se segundo o plano e a vontade de Deus. São chamados e aceitam ser “sal da terra e luz do mundo”.
 
Esses chegam aonde o sacerdote não chega, levando a luz de Cristo aos ambientes de trevas, de pecado, de injustiça, de violência, de opressão e de maldade. E, assim, levando tudo a Deus, o leigo contribui para o louvor do Criador.
 
Constrói o mundo pelo trabalho, colocando na obra de Deus a sua assinatura e propagando todas as maravilhas que o Senhor criou e que faz em nossas vidas. Celebra-se então, a vocação de todos os leigos que, dedicam suas vidas para os serviços pastorais e missionários.
 
Seja na liturgia, ministério de música, ações de caridade ou nas diversas pastorais existentes, os leigos são vocacionados incansáveis que contribuem para a caminhada e o crescimento da comunidade.

Sobre as vocações leigas, recomendamos assistir um vídeo de nosso canal no YouTube. Clique aqui!
 
5º Domingo - Dia do Catequista
Nos anos em que o mês de agosto possui cinco domingos, a Igreja celebra neste último, o ministério dos catequistas, uma vocação que exige se dedicar por completo a aprender e a ensinar os caminhos de Cristo. 

Eles oferecem seu tempo para cativar jovens, crianças e adultos, mostrando a beleza de um Deus, e a misericórdia Dele para com a Igreja. São o sinal visível da missão da Igreja!
 
 “ide por todo mundo, anunciai a boa nova a toda criatura”
(Mc 16,15).

Todas essas vocações que falamos acima e, são celebradas durante o mês de agosto, são de suma importância na vida da comunidade. Mas, lembremo-nos da vocação primeira e mais importante de todas: a da vida cristã e, consequentemente, da santidade. Longe desse caminho, não há como viver bem, qualquer que seja a nossa vocação pessoal.

Para descobrir sua vocação e se manter firme no caminho de Deus é essencial manter uma vida de oração, por isso preparamos um Roteiro para Aprofundar a Vida de Oração, clique aqui e receba seu roteiro.

Leia também A Importância de rezar com a minha família.

Outros conteúdos de Arcanjo
 
Mais em Igreja
 
 

Campanha PELA VIDA
Rua Traipu, 273 - Perdizes
São Paulo/SP - CEP: 01235-000

(11) 4200-8080

Copyright © Juntos Pela Vida - REDEVIDA / INBRAC. Todos os direitos reservados.
Cadastrando-se nos formulários você aceita os termos de uso e política de privacidade.

 

(11) 97061-0457

(11) 4200-8080